Jornal Tribuna do Grande Rio

P36O prefeito Nelson Bornier pediu nesta quarta-feira (8) ação imediata da Secretaria de Segurança para reduzir os altos índices de violência verificados nos últimos meses na cidade de Nova Iguaçu. Ele se reuniu com o Chefe de Polícia Civil e o diretor do Departamento Geral de Polícia da Baixada Fluminense, delegados Fernando Veloso e Ricardo Domingues, respectivamente, para manifestar sua apreensão com a questão do recrudescimento da criminalidade na região.

Veloso marcou para segunda-feira (14) um encontro com Bornier e os delegados das três Delegacias (52ª, 56ª e 58ª DP) de Polícia de Nova Iguaçu. Vão traçar um esquema de trabalho para atacar o problema que já aflige cerca de 800 mil habitantes.

Na segunda-feira (7), moradores do k-11, bairro classe média da cidade, atearam fogo em pneus e bloquearam um dos acessos ao viaduto Luiz Henrique Novaes, ao lado da Praça Santos Dumont. Protestaram contra a execução, no dia anterior, do técnico em manutenção de ar condicionado Elson de Oliveira Silva,34 anos. Ele levou um tiro peito ao tentar impedir que seu Celta fosse levado por três bandidos.

Bornier lembrou que Nova Iguaçu está vivendo cenas de violência insuportável, provocadas por quadrilhas rivais em guerra. Bandidos foragidos de áreas pacificadas na capital já circulam pelas ruas da região em motocicletas, com pistolas e fuzis atravessados no peito.

Na semana passada, traficantes levaram pânico ao mesmo bairro K-11, com rajadas de fuzis e balas traçantes cortando o céu da cidade, pouco depois das 20h. Cresceram também os índices de roubo de carro a transeuntes, principalmente no Centro da cidade. “As pessoas me cercam nas ruas pedindo providência”, contou o prefeito.

Bornier lembrou que já desapropriou uma área, em Marapicu, no corredor viário da antiga Estrada de Madureira, para a construção do futuro Batalhão da PM da cidade. Comprou também outro terreno no bairro da Cerâmica, onde será construída uma Companhia de Policiamento do 20º BPM (Mesquita).

“A gente não está medindo esforços no sentido de colaborar com o Governo do Estado. Até porque, população de Nova Iguaçu já não aguenta mais viver subjugado ao terror imposto pelos bandidos que estão se alojando em áreas da Baixada Fluminense”, ressaltou o prefeito.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar