Jornal Tribuna do Grande Rio

th DSC01231Queimados recebeu nesta sexta, 11, um reforço do Estado no combate a luta contra a violência doméstica. A 55º DP ganhou, a partir desta data, um núcleo especial de atendimento as mulheres que sofrem agressões. Por causa do alto índice de fatos violentos no município, cerca de 50% das ocorrências registradas, Queimados vai atender de forma especializada e unificada as mulheres que chegarem até o local, oferecendo atendimento diretamente de um delegado ou inspetor treinado e preparado na Lei Maria da Penha.

O núcleo é composto de dois equipamentos para servir a população, trata-se da sala de primeiro atendimento, onde a mulher recebe orientação, números telefônicos e apoio. O segundo equipamento é uma sala com 5 inspetores especializados para dar início ao inquérito de investigação, que possui brinquedos e distrações para o caso da mulher estar acompanhada de seus filhos. O reforço já é realidade na unidade e está disponível para todos os que necessitarem do serviço.

Representando o Chefe da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, Fernando Veloso, a Subchefe Administrativa da Polícia Civil, Elizabeth Cayres, ressaltou que a presença do núcleo representa avanços no combate à violência. “Estamos nessa luta desde 1980, quando inauguramos a primeira delegacia da mulher e estamos presenciando gradativamente a melhora no que tange os aspectos femininos na sociedade. A chegada do Núcleo em Queimados significa o braço do estado intervindo para que as políticas para mulheres não parem na Baixada Fluminense”, explicou Elizabeth.

O Prefeito Max Lemos destacou o trabalho no município para diminuir o alto índice de casos violentos contra as mulheres. “Quando assumi o governo uma das primeiras medidas foi criar uma secretaria específica para cuidar da população, por isso criamos a secretaria de Direitos Humanos e Promoção da Cidadania, lá existem as coordenadorias da pessoa com deficiência, da igualdade racial e de políticas públicas para as mulheres, tudo para que as pessoas tenham atenção especial e sejam de fato cuidadas. Em breve, aqui em frente a 55º DP, vamos transformar o antigo 24h em uma unidade de atendimento a saúde da mulher. É a cidade avançando, não só em estrutura, mas cuidando de gente”, frisou Max.

Para o delegado titular da 55ª DP, Daniel Mayr, a instalação do NUAM reforça o trabalho e política que os policiais de Queimados vem tendo com a população. “Temos em nossa delegacia mais de 3000 casos ao mês envolvendo violência doméstica, isso nos fez voltar nossa atenção totalmente para esses casos. A instalação do Núcleo vai garantir que nenhum delegado posterior diminua o combate contra este tipo de crime e nossa missão é cuidar para que todo cidadão seja cuidado, atendido e tenha seus casos resolvidos”, concluiu Daniel.

Para a Coordenadora de Políticas Especiais para as Mulheres de Queimados, Eliana Leôncio, a instalação do núcleo é um avanço para o município. “O núcleo vai tirar a mulher da triagem normal dando mais privacidade e cuidado nesse momento delicado para a vítima. É um avanço para o nosso município e uma garantia para as mulheres que sofrem com essa violência em Queimados”, finalizou Eliana.

Estiveram presentes no evento a delegadas Marta Rocha e Tereza Pezza, o diretor geral de polícia da Baixada, Ricardo Dominguez, a diretora de Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher do Estado, Márcia Noeli Barreto, o secretário de Direitos Humanos e Promoção da Cidadania de Queimados José Ribamar Dadinho, o secretário de Habitação de Queimados Cacau Nogueira, o secretário de Esporte e Lazer de Queimados Luiz Carlos Monteiro e a subsecretaria de Administração de Queimados Heloísa Helena.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar